Fale Conosco: SP (11) 2199-5800 • RJ (21) 3553-3962 | vendas@tecnocomp.com.br

Notícias e Artigos

17 maio 2016

TecnoComp faz diagnósticos de Data Centers

Maio/2016 – 

As empresas dependem cada vez  mais de seus data centers, das informações trafegadas e armazenadas na rede. Mas como saber se essas instalações estão operando corretamente, sem riscos de falhas e indisponibilidade? E quanto ao futuro, elas serão capazes de atender às necessidades de expansão dos negócios?

A Tecnocomp, integradora de soluções de tecnologia com atuação em service desk, serviços de campo, data center e infraestrutura de TI, de São Bernardo do Campo, SP, estruturou três novos serviços de consultoria de data centers, que vão da avaliação da camada física da instalação à recuperação de desastres.

“Temos longa experiência na construção e gestão de data centers, mas não avançávamos na camada dos negócios”, diz Ivan Paiva, diretor da área de consultoria de tecnologia da Tecnocomp, cuja experiência anterior em empresas de auditoria de TI viabilizou a estruturação da nova área dentro da empresa.

A proposta da Tecnocomp prevê a avaliação completa do data center: civil, infraestrutura, conectividade, quadros, cabeamento estruturado, ativos, energia, sonorização, segurança, até a gestão e operação. No total, são mais de 60 itens, cada

Moving de data center um dos serviços realizados pela Tecnocomp

Moving de data center: um dos serviços realizados pela Tecnocomp

qual com mais de uma variável, analisadas sob a ótica da disponibilidade, desempenho, escalabilidade, redundância, pontos de falha, segurança e qualidade. Para cada item é gerado um plano de ação, o nível de prioridade, investimentos, tempo de execução e riscos da intervenção. “Elaboramos relatórios de análises e tempo de vida. Encontramos instalações com dois anos de uso e já esgotados”, diz o diretor. Segundo ele, os data centers são feitos para durar mais de 10 anos, mas alguns esgotam-se rapidamente, colocando em risco a continuidade de negócio da empresa.

Qualquer data center corporativo pode ser avaliado pela Tecnocomp, com tamanhos de 12 a 80 metros quadrados. “O projeto é muito rápido. No máximo em uma semana o cliente tem a avaliação feita, com o diagnóstico e roadmap em mãos das melhorias e correções que podem ser feitas”.

A Tecnocomp recomenda a avaliação em data centers com cinco anos de idade, mas até mesmo instalações novas podem passar pelo serviço. “Já fizemos o diagnóstico em instalações com apenas um ano, devido a excesso de interrupções causadas por erros de projeto”, diz.

Uma outra consultoria da Tecnocomp é a assessment de eficiência de TI.“Analisamos oportunidades de virtualização, consolidação,racionalização do consumo, benchmark de custos com o mercado, cumprimento do SLA – acordos de nível de serviço e revisão de contratos”. Qualquer ativo ou serviço de tecnologia pode ser avaliado, como por exemplo: data center, servidores, storage, rede, telecom, Wi-Fi, telefonia, e-mail, file server, desktop, videoconferência, impressoras, licenciamento, segurança da informação, backup e recuperação, service desk, serviço de campo, políticas, procedimentos, metodologias e as equipes que gerenciam e operam os serviços.

São mais de 40 itens de análise, com 30 hipóteses de eficiência, redução de custos e qualidade de serviço. O projeto dura de seis a 12 semanas. “O gerente de TI da empresa, por vez, não reúne todas as qualificações e o tempo para fazer um trabalho desse porte sozinho”, diz.

Por fim, o terceiro produto de consultoria da Tecnocomp é o planejamento de recuperação de desastres. “Os riscos são mapeados, bem como o impactos no negócio e que medidas tomar no caso de um acidente. “Em alguns setores de negócio, como em um hospital, por exemplo, a perda de produtividade chega a 80% no caso de uma pane do data center, além de danos à reputação, risco à vida e dano financeiro”, diz.

Segundo o diretor, os produtos de consultoria são direcionados para apoiar a venda interna para executivos da organização, executivos de TI que buscam uma avaliação do desempenho e custos de TI, gestores de TI que são novos na empresa ou têm mais de cinco anos e querem uma avaliação para reorganizar a área.


Confira a matéria completa em http://www.arandanet.com.br/midiaonline/rti/2016/maio/index.php